Confira 7 melhores atividades sensoriais para bebês

6 minutos para ler

Já ouviu falar sobre atividades sensoriais para bebês? Elas têm ganhado espaço na rotina de muitas crianças porque permitem que, por meio de brincadeiras e passatempos, sejam trabalhados os cinco sentidos do corpo humano: visão, audição, tato, olfato e paladar.

Com isso, os pequenos desenvolvem melhor aspectos que são essenciais não só para o crescimento deles, mas também para a adaptação a novos desafios, como é o caso da cognição, da coordenação motora, da musculatura, do equilíbrio físico e do reconhecimento espacial dos ambientes.

De quebra, essas atividades ainda proporcionam ótimos momentos de interação entre pais e filhos, o que é muito importante para estreitar os laços entre eles na infância. Por isso, acompanhe o post e fique por dentro de algumas sugestões para fazer com o seu bebê!

1. Fazer um quadro sensorial

A primeira sugestão é montar um quadro sensorial para que o pequeno brinque com ele. Essa peça pode ser feita com diferentes tipos de tecidos (como lã, algodão e linho) entrelaçados em gravetos de madeira, PVC ou borracha. As partes finais dos tecidos podem ficar pra fora, criando uma exuberância de cores e formatos.

O quadro deve ser entregue ao bebê para que ele possa descobrir as diferenças sutis ao toque, aprender a reconhecer as tonalidades que estão presentes ali e entender sobre divisão e utilização de espaços.

2. Descobrir as texturas dos alimentos

Aproveite o momento do pequeno lanchar para apresentar a ele novos alimentos. As frutas, sem sombra de dúvidas, são as mais indicadas para esse momento. Isso porque elas têm formatos, pesos, sabores e texturas diferentes.

Você pode começar entregando uma laranja, por exemplo, para que ele veja como ela é. Em um segundo momento, corte a laranja ao meio, retire as sementes e dê uma metade para o bebê. A partir daí, deixe-o explorar a fruta, descobrindo a casca e a solidez dela, avaliando como é o interior da fruta e o principal: provando o sabor dela.

Todo esse processo de introdução alimentar é muito interessante porque a criança pode experimentar cedo os mais diferentes itens e se habituar a consumi-los, o que o levará a ter uma dieta alimentar mais diversa e, acima de tudo, mais saudável ao longo da infância.

3. Explorar aromas

Entre as atividades sensoriais para bebês, uma muito interessante e bem fácil de colocar em prática é explorar os aromas de um ambiente. Para isso, basta você inserir no quarto ou na sala, por exemplo, aromatizadores naturais que produzam essências perfumadas, como a de eucalipto, a de lavanda, a de camomila etc.

A ideia é bem simples: deixar que a criança perceba e aponte a diferença entre locais sem cheiro e espaços com o perfume dessas plantas. Vale mencionar que muitas dessas fragrâncias têm efeitos relaxantes, calmantes e que, inclusive, induzem ao sono. Ou seja, são excelentes para todas as faixas etárias!

4. Ter contato com a natureza

Outra opção entre as atividades sensoriais para bebês é proporcionar o contato com a natureza. Afinal, serão diferentes sentidos sendo trabalhados simultaneamente (tato, visão, audição e olfato) ao mesmo tempo que a criança descobre um novo mundo de possibilidades para além da casa dela.

Para isso, programe um passeio em um parque, um zoológico ou um jardim botânico. Uma vez no local, estimule-o a andar descalço na grama, a tocar nas árvores, a observar as diferenças entre as espécies de plantas, a escutar o barulho dos animais ao redor etc.

A cada nova experiência, você pode aproveitar para contar pequenas histórias que ajudem a tornar aquela vivência ainda mais lúdica e emocionante para o bebê.

5. Dançar com o bebê no colo

Uma quinta dica é dançar com o filho no colo enquanto escuta uma música animada. Uma atividade para lá de divertida e que promove esse contato mais próximo da criança com os pais, fazendo-a se sentir mais segura, apoiada e amada — características essenciais para o desenvolvimento do bebê.

Durante a dança, o pequeno é estimulado a identificar e diferenciar os sons, aprende sobre ritmo e é levado a desenvolver um maior controle da postura e do equilíbrio, já que não está mais no chão. Tudo isso ao mesmo tempo em que acompanha os movimentos do adulto e tenta repeti-los para se divertir.

6. Experimentar novas posições

Uma sexta sugestão é ensinar a turminha a experimentar novas posições. Para tanto, você pode deitar o pequeno de barriga para cima na cama, no sofá ou sobre um tapete de EVA e orientá-lo por meio de palavras e gestos simples para que ele mude de posição e descubra novas possibilidades de ficar sobre aquela superfície.

A ideia é que ele desenvolva aos poucos o controle do próprio corpo e dos movimentos dos membros (braços e pernas) e comece a se sentar, a virar para os lados, a usar as mãos para engatinhar e por aí vai.

7. Usar brinquedos sensoriais

Os brinquedos também podem proporcionar ótimas experiências sensoriais para os bebês quando são fabricados com diferentes texturas, formatos, emissão de sons e cores.

Afinal, essas peças são uma parte muito importante da infância e podem ter diferentes papéis para além de divertir e explorar o lúdico. Na Ri Happy, você encontra diversos modelos assim, como a borboleta sensorial, o peixe sensorial e a girafa sensorial.

Um grande diferencial desses brinquedos é que, além de entreterem e estimularem os sentidos corporais, eles também trazem ensinamentos sobre a natureza e os animais, desenvolvem o lado imaginativo, estimulam a curiosidade e aprimoram a capacidade perceptiva de novos objetos.

Deu para ver que há muitas opções quando se trata de atividades sensoriais para bebês, não concorda? Portanto, comece a inseri-las no dia a dia do pequeno e busque participar ativamente desses momentos. Você pode, inclusive, mostrar como essas tarefas podem se desenvolver, estimulando-o a espelhar suas ações e, depois, a explorá-las sozinho. Essa será, sem dúvidas, uma oportunidade para uma forte conexão entre vocês!

E já que estamos falando sobre bebês, não deixe de conferir quais os utensílios essenciais para ajuda o neném no cotidiano!

Posts relacionados

Deixe um comentário