Descubra aqui 13 curiosidades sobre recém-nascido!

7 minutos para ler

A chegada do bebê é um momento delicioso e cheio de descobertas para os papais. E não há como ser diferente: existem inúmeras curiosidades sobre recém-nascidos que fazem com que eles sejam fofos, frágeis, mas surpreendentemente incríveis.

Para os pais de primeira viagem, conhecer algumas dessas características surpreendentes pode ser muito útil. Existem particularidades que fazem com que os bebês tenham atitudes diferentes daquelas que já estamos acostumados.

Que tal mergulhar no fantástico mundo dos bebês? Confira a seguir 13 incríveis curiosidades sobre recém-nascidos!

Por que saber das curiosidades sobre recém-nascidos é importante?

Bebês são figuras frágeis e extremamente complexas. Mas não há razão para receio — o nascimento vem acompanhado de uma avalanche de novidades para os papais. Por isso, não é raro que as famílias se espantem com atitudes peculiares e curiosidades que cercam os cuidados com os recém-nascidos.

A boa notícia é que hoje não há mais mistério e é possível chegar ao momento do parto com uma bagagem vasta de conhecimento sobre alguns comportamentos dos pequenos. Isso, no entanto, não garante que o seu filho não te surpreenda, muito pelo contrário. Com poucas horas de vida, eles já começarão a fasciná-lo.

Quais as principais curiosidades sobre recém-nascidos?

Os bebês são capazes de trazer uma nova perspectiva para a rotina de uma família. E tudo isso começa com algumas curiosidades, que compartilharemos a seguir. Acompanhe!

1. Bebês choram sem lágrimas

Em todos os tipos de parto, o momento do primeiro choro é especial. Mas por mais que os bebês façam barulhos que representem as emoções de dor e angústia, eles não produzem lágrimas até por volta do terceiro mês de vida.

As emoções são muitas e comovem os preocupados papais. Mas as lágrimas de um recém-nascido têm a função de garantir que os olhos estejam lubrificados, e é só isso.

2. Eles têm um instinto aquático

Após passar 40 semanas no útero, os bebês chegam ao mundo com uma capacidade natural de adaptação ao espaço aquático. Por isso, ao serem submergidos na água, eles prendem a respiração de forma instintiva — o coraçãozinho também reduz intuitivamente os batimentos.

Mas tudo muda por volta dos seis meses, quando a habilidade começa a dar lugar a outras capacidades igualmente adoráveis.

3. Têm um crescimento acelerado

Uma das curiosidades sobre o recém-nascido está relacionada às mudanças perceptíveis na feição e nas características do bebezinho, já nas primeiras semanas de vida.

Em cinco meses, o peso de uma criança terá dobrado. E em um ano, em média, ele terá triplicado. Com o passar do tempo, a curva de crescimento é estabilizada. Por isso, nada de comprar muitas roupinhas para o seu recém-nascido.

4. Vêm ao mundo com 300 ossos no corpo

Enquanto os adultos têm 206 ossos no corpo, os bebês nascem com 300. Você sabia? Mas a construção corporal se transforma com o tempo. Parte do desenvolvimento envolve uma fusão entre alguns ossos. Essa transformação é lenta, mas muitas vezes acompanhada pelos temidos (ainda que essenciais) picos de crescimento.

5. Bebês podem dormir muito

Os bebês dormem, em média, 5400 horas no seu primeiro ano de vida (mais de 60% do tempo). No entanto, nada de comemorar. São inúmeras sonecas e elas são essenciais para o desenvolvimento. Afinal, para os recém-nascidos, o descanso pode ser extremamente picado — o que, no geral, cansa muito os zelosos papais. Mas lembre-se de que é só uma fase e cada criança é diferente.

6. Mostram afinidade com a cor vermelha

Acredita-se que os recém-nascidos nasçam enxergando o mundo em preto e branco e extremamente embaçado. Mas, ao final dos três primeiros meses de vida, a visão passa a se desenvolver e vem a descoberta da cor vermelha. Outros tons próximos ao ciano (como azul e roxo) são reconhecidos na sequência.

7. Para eles a amamentação é um aprendizado

Para as mamães, a amamentação pode ser desafiadora. Mas para os recém-nascidos, o processo pode ser ainda mais complexo (ainda que instintivo). Paciência, carinho e tranquilidade vão ajudar nessa fase. A boa notícia é que, nos primeiros meses de vida, o bebê tem um estômago bem pequeno, que suporta apenas um pouquinho de leite por vez.

8. O primeiro cocô não é bem um cocô

Chamado de mecônio, o primeiro cocô do bebê é formado por fluidos e componentes absorvidos pelo recém-nascido, ainda no útero. Com tais características, ele não fede — por não ter as bactérias que colonizam o intestino. Após as primeiras fezes, e com a amamentação, tudo muda de figura. E o odor familiar passa a tomar conta das fraldinhas.

9. A perda de peso pode ser normal

Após o nascimento, é normal que o bebê perca 10% do peso corporal. Por volta da segunda semana, o ganho de peso deve seguir em níveis estáveis. Por isso, nada de pânico caso, na primeira consulta médica, a balança mostre essa variação.

10. A visão é curta

Não vão faltar motivos para chegar pertinho do seu bebê, mas saiba que isso é importante também por razões práticas. Um recém-nascido consegue enxergar claramente apenas até 30 cm em frente de seu rosto. Tudo mais fica confuso. A natureza é tão incrível que essa é a distância exata que o bebê fica da mamãe ao amamentar. Então curta!

11. Parecem ter seios

Como os bebês absorvem o estrogênio da mãe, eles nascem com características similares às femininas. Meninos e meninas, nas primeiras semanas de vida, tem o peitinho um pouco mais avantajado. Mas o aspecto muda logo. Com a carga hormonal, também existem bebezinhas que apresentam um mini escape menstrual nos primeiros dias de vida.

12. Vão usar fraldas, muitas fraldas

Um bebê pode urinar a cada 20 minutos, nos seis primeiros meses de vida. Talvez os papais não percebam, pelo volume do líquido ser super baixo (especialmente nas primeiras semanas do recém-nascido). Parte das fases do desenvolvimento envolve até mesmo um espaçamento maior entre cada xixi.

13. Os cabelos vão cair

Não é só o cabelo da mamãe que vai cair nas primeiras semanas de vida do bebê. O recém-nascido passa por um processo no qual, até os quatro meses de vida, todos os fios da sua cabeça serão substituídos por novos. Em alguns casos, o efeito é imperceptível.

Essas são apenas algumas das curiosidades sobre recém-nascidos. Mas cada bebezinho é único e, com ele, podem vir novas e mais incríveis descobertas. Por isso, contar com uma rede de apoio e com suporte médico trará muito mais confiança para os novos papais.

Gostou de conhecer algumas curiosidades sobre recém-nascido? Se você sabe mais algum ponto interessante sobre bebês, compartilhe com a gente. Deixe o seu comentário!

Posts relacionados

Deixe um comentário