Quais os cuidados especiais com recém-nascido no inverno?

6 minutos para ler

Com a queda das temperaturas, é natural que os zelosos pais comecem a se preocupar com os cuidados necessários quando o assunto é um recém-nascido no inverno.

A preocupação não é em vão. Manter o bebezinho protegido e seguro minimiza os riscos de doenças, além de garantir o conforto da criança — o que será percebido em sonecas tranquilas e sorrisos de gratidão.

Um recém-nascido demanda atenção redobrada e, com o frio do inverno, conhecer algumas dicas de cuidados especiais pode ser essencial. Por isso, confira neste conteúdo alguns pontos que são indispensáveis para que o seu bebê tenha um inverno tranquilo e repleto de saúde.

Cuidados com o recém-nascido no inverno

Para os adultos, a época do inverno pode ser encarada apenas como um momento para desenterrar alguns casacos no guarda-roupa ou caprichar na hidratação da pele. Mas, para o bebê, o período demanda uma atenção especial, principalmente quando é recém-nascido.

Para quem dá a luz a um recém-nascido no inverno, as preocupações podem ser ainda maiores. Afinal, ao nascer os bebês precisam de algumas semanas para se acostumar com a vida fora da barriga da mamãe. Então, um ponto essencial é entender que o nível de cuidados (e até mesmo de atenção), vai variar de acordo com o tempo de vida da criança quando ela enfrentar a sua primeira queda brusca de temperatura.

Além disso, em um país continental como o Brasil, a ideia de inverno pode ter significados bem diferentes dependendo do local. No caso de temperatura extremamente baixa, pode ser necessário até mesmo evitar os passeios com a criança, até que ela se aclimate com as estações e com os ciclos do dia a noite.

Quer entender, na prática, como isso funciona? Continue a leitura!

A hora do banho

Esquematizar toda a dinâmica do banho com antecedência, separando roupinha, fralda, pomada para assadura, toalha e tudo mais, pode agilizar muito todo o processo. Organizar o cômodo, evitando cruzar a casa com a criança ainda molhada e sem roupa, também é algo básico (principalmente durante o inverno).

Entre os cuidados com o bebê no inverno, um ponto é sobre a temperatura do banho; nada de pensar que água quente é sinônimo de segurança. Você pode usar um termômetro, ou apostar na parte anterior do braço para sentir se a água está fria ou morna.

Ter uma rotina bem definida para o recém-nascido também contribui para a segurança do bebê no inverno. Dessa forma, é possível encaixar o banho em um horário no qual as temperaturas estejam um pouco mais altas. Antes da mamada do almoço, por exemplo, pode ser uma boa. E isso principalmente porque, após o banho, a criança geralmente relaxa e pode dormir — deixando a mamãe livre para se alimentar.

Atenção às roupas

Na hora de montar os looks do bebê, evite pensar apenas na parte estética. Aliás, essa é uma dica importante não apenas para os recém-nascidos. Apostar em um body de manga longa, básico, para ser utilizado como a base da roupinha é algo que facilita as inúmeras trocas de fralda e faz com que o peitinho da criança não fique exposto sem razão.

Por cima do body entram as roupinhas mais fofinhas e grossas, que podem ser acompanhadas por meias, luvas e gorros. Aliás, manter o bebê de meia no inverno é importante. Mas lembre-se de secar bem as partes entre os dedinhos após o banho. Isso é algo para colocar em prática já nos primeiros dias do bebê em casa.

Ao mesmo tempo, é preciso acompanhar a temperatura corporal do recém-nascido no inverno, para garantir que ele não está com calor. Vale colocar as mãos nas costas do bebê (por dentro da roupa), ou avaliar se a criança está transpirando. No mais, lembre-se que a escolha do look deve variar de acordo com o período do dia — noites são mais frias.

A hora do sono

Para um recém-nascido, todo momento pode ser perfeito para uma deliciosa soneca. Mas é ao anoitecer que os pais devem redobrar a atenção. Deixar as janelas mais fechadas, garantindo que o bebê não está recebendo correntes de vento, é um ponto essencial.

A caminha pode ser forrada com um cobertor, caso a temperatura esteja muito baixa (ou se o bebê tiver um quartinho com cama rente ao chão, no estilo montessoriano). Ainda sobre o cobertor, todo cuidado é importante. Ele é necessário no enxoval no bebê, mas deve ser utilizado com atenção.

Nunca cubra o rosto do bebê com coberta, deixando o tecido sempre por baixo dos braços da criança. Mas o melhor mesmo é apostar nas roupinhas bem quentes, para que o bebê não fique com frio ao se descobrir de alguma forma.

Cuidados com a pele

Com o frio, é natural que a pele do bebê fique um pouco mais ressecada. O próprio fato de o bebê ficar sempre coberto e vestido também pode afetar a textura do corpo. Apostar nos cremes hidratantes, próprios para o bebê, é essencial. Também vale acompanhar como estão as dobrinhas do recém-nascido (onde encostam as fraldinhas, principalmente). Elas podem ficar machucadas com o frio.

Caso o ressecamento na pele do recém-nascido comece a chamar mais a atenção, com pequenas feridas ou marcas que vão além de um simples ressecado, é essencial procurar ajuda médica. Existem alguns quadros que atingem os bebês nos primeiros meses de vida, como a dermatite atópica.

Ao sair de casa

Passear com o recém-nascido é uma delícia! Nada melhor que curtir alguns momentos fora de casa com o bebê (com toda segurança, claro). Mas em caso de baixas temperaturas, o melhor é evitar. E uma boa dica é sempre preferir os horários nos quais há menos vento e um pouquinho mais de sol.

Escolher bem o look, protegendo extremidades e o rosto, pode ser interessante. Uma boa para um recém-nascido no inverno é apostar nos passeios com os pais, utilizando o sling ou canguru. Aliás, são utensílios essenciais para o bebê. De toda forma, não deixe de cobrir os ouvidos e proteger o pequenino contra correntes de vento.

O frio é um ponto de atenção para o bebê, em especial com chegada do inverno. Assim, com o meio do ano chegado, vale ficar de olho nas dicas que apresentamos para que os pais e o bebê tenham tranquilidade nesses meses com temperaturas mais baixas.

Que tal, tudo pronto para cuidar do recém-nascido no inverno? Para aprender mais sobre o maravilhoso universo dos bebês, assine a nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe um comentário