Travesseiro para bebê: quais são os tipos e como fazer a escolha certa?

6 minutos para ler

Não são poucas as dúvidas que pululam na mente das mamães e dos papais de primeira viagem, especialmente nos primeiros dias do bebê em casa, não é mesmo? Em meio a tantas novidades e descobertas, escolher o travesseiro para bebê nem sempre faz parte das prioridades da nova família.

Acontece que a hora do sono é o momento de recarregar as energias para a criança crescer saudável. Então, é essencial arrumar um ninho bem confortável e aconchegante para o seu filho, concorda?

Afinal, com que idade o bebê pode usar travesseiro, quais são os tipos e como escolher o ideal para o pimpolho? A gente fala sobre isso por aqui. Boa leitura!

Bebê pode usar travesseiro?

Não é indicado que bebês usem travesseiro. Isso ocorre porque a musculatura do pescoço dos bebês ainda não é forte o suficiente para sustentar o peso da sua cabeça, que é desproporcionalmente grande em relação ao tamanho do corpo.

Quando estamos montando o enxoval do bebê, queremos dar o máximo de conforto para os pequenos, e é comum enfeitarmos o berço com protetores, almofadas, pelúcias e travesseiros. Porém, durante os primeiros meses de vida, a criança não precisa de muita coisa.

Na verdade, quanto menos peças e objetos dentro do berço, melhor. Basta acomodar o bebê em um colchão plano, firme e macio e manter o pescoço dele alinhado com a coluna.

O que os especialistas dizem a respeito disso?

De acordo com os especialistas, quanto menos coisas houver no berço, mais seguro o bebê estará. O lugar onde o bebê dorme deve ser livre de perigos, e essa recomendação se dá por motivos bem simples.

O primeiro é que, com lençóis, cobertinhas, almofadas e travesseiros ao redor, o risco de sufocamento aumenta. Depois, se a altura do travesseiro não estiver bem alinhada com a coluna do bebê, a passagem de ar pode ser prejudicada, o que também eleva o risco de morte súbita.

Então, não há necessidade de o bebê recém-nascido usar travesseiro. Na dúvida, leve o travesseiro na próxima consulta com o pediatra para conferir se a altura está adequada. Outra questão importante diz respeito à posição em que o bebê deve ficar: a Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda que o neném durma de barriga para cima. Quando for maiorzinho, já pode dormir de lado.

Quando o bebê pode começar a usar travesseiro?

A partir dos 6 meses de idade, o bebê pode usar travesseiro. Mas atenção: deve ser fino e pequeno, tendo no máximo 3 cm de espessura, apenas para preencher o espaço entre o colchão e o pescoço da criança. O ideal é que o travesseiro mantenha a coluna alinhada e as vias respiratórias livres, elevando a cabecinha do bebê apenas levemente.

Quando o neném completar 1 ano, você pode trocar o travesseiro por outro diferente, já que a musculatura do seu pescoço estará forte. Além disso, caso sinta incômodo, o seu filhote pode tirar o travesseiro de perto.

Quais são os principais tipos?

Existem alguns modelos de travesseiro para bebê no mercado, feitos especialmente para essa fase da vida. Veja só.

Travesseiro antissufocante

Esse modelo de travesseiro para bebê é bastante seguro. O travesseiro antissufocante é bem parecido com os produtos feitos para adultos, porém é cheio de furinhos em toda a sua extensão, que permitem a circulação de ar e a livre respiração do bebê, reduzindo os riscos de asfixia.

Travesseiro antirrefluxo

A coluna do bebê deve sempre ficar alinhada, mas se seu filhote tem refluxo, é bom que ele fique ligeiramente inclinado para reduzir o incômodo. Só que você não deve usar almofadas nem cobertores para aumentar esse ângulo de inclinação, já que oferecem riscos ao bebê pequeno.

Para esses casos, o travesseiro antirrefluxo rampa é a melhor opção. Assim, o bebê continua deitado confortavelmente em uma superfície firme, macia e reta.

Travesseiro anatômico

O travesseiro anatômico é aquele que vem com o formato da cabeça do bebê e é normalmente utilizado para evitar a Plagiocefalia (síndrome da cabeça chata). Porém, não é recomendado usar, pois o bebê pode ter dificuldade de virar o pescoço em caso de refluxo forte.

Outros modelos

Modelos mais simples de travesseiro infantil podem ser utilizados a partir dos 6 meses, e os travesseiros de pelúcia podem enfeitar o berço e fazer companhia para o bebê quando ele completar 1 ano!

Como escolher o mais adequado?

Para escolher o melhor travesseiro para o seu bebê, é essencial observar a densidade do colchão e respeitar a distância entre a cabeça e o ombro da criança, bem como a distância entre o pescoço e o colchão. Lembre-se sempre de que a coluna do neném deve ficar alinhada, sem deixar a cabeça muito inclinada.

Também é preciso levar em conta a posição em que seu bebê dorme e, claro, o material do travesseiro. Evite, por exemplo, travesseiros de plumas e penas, dando preferência a tecidos respiráveis e que sejam fáceis de higienizar. Você pode proteger o travesseiro com uma capa antialérgica, protetores que aumentam a durabilidade do produto, ou mesmo comprar itens que podem ser lavados por completo.

Não considere apenas a decoração do quarto do bebê. Além disso, não é demais reforçar que você consulte o pediatra e leve o travesseiro à consulta do bebê para tirar as dúvidas e ver se é o ideal para o filhote.

Onde comprar?

Para acertar na escolha do melhor travesseiro para o seu bebê, aposte em marcas de confiança, que só trabalham com produtos de qualidade. A Ri Happy Baby é assim! Cheia de produtos que resolvem os pequenos desafios da paternidade e maternidade com muita segurança e personalidade, para você montar um quartinho confortável e adequado para o seu bebê.

No site da Ri Happy Baby, você encontra ofertas imperdíveis, novidades, promoções e tudo o que precisa para fazer da infância do seu bebê uma festa! Agora que você já sabe a importância de escolher com cuidado o travesseiro para bebê, basta encontrar o produto que vai deixar seu neném nas nuvens!

O que está esperando? Acesse o site da Ri Happy e confira todas as opções de móveis, acessórios, colchões e travesseiros infantis!

Posts relacionados

Deixe um comentário